Falha na comunicação com os atacados e a falta de vendas

Autores

  • Gessiane Fontes Carvalho Silva Universidade Federal Fluminense
  • Layla Seabra de Almeida Universidade Federal Fluminense

DOI:

https://doi.org/10.20401/lagos.14.1.393

Palavras-chave:

Jogo de empresas, Comunicação externa, Vendas, Administração estratégica

Resumo

Num ambiente completamente competitivo e incerto do jogo de empresas, faz-se necessário monitorar o mercado e estabelecer uma boa comunicação com os clientes para a obtenção de um bom retorno financeiro/econômico da empresa. Este artigo apresenta como os problemas na comunicação externa afetaram o planejamento estratégico, o que comprometeu o faturamento da empresa no trimestre 3, além de afetar seu marketing e consequentemente, seus resultados. Por meio de uma consultoria especializada e também das análises dos resultados durante as rodadas, foi possível detectar os erros encontrados e submeter à empresa Amazontech a um processo bidirecional de replanejamento e estratégia. Mesmo com essa falha, foi possível observar melhoras no desempenho da empresa a partir do trimestre 4, o que significa que a empresa vem se esforçando para fazer com que suas vendas subam. Para a contestação desse problema foi utilizada a pesquisa exploratória por meio de relatórios, panorama setorial e análises dos resultados de forma qualitativa.

Biografia do Autor

Gessiane Fontes Carvalho Silva , Universidade Federal Fluminense

Graduação em Administração, UFF, Volta Redonda, RJ

Layla Seabra de Almeida, Universidade Federal Fluminense

Graduação em Administração, UFF, Volta Redonda, RJ

Referências

Canhada, D. I. D., & Rese, N. (2009). Contribuições da “estratégia como prática” ao pensamento em estratégia. REBRAE, 2(3), 273-289.

Carvalho Rezende, J. F., Avila, M., & Maia, R. S. (2012). Geração e gestão do valor por meio de métricas baseadas nas perspectivas do capital intelectual. Revista de Administração, 47(1), 51-67.

VASCONCELOS, P. (1998). Afinal o que é planejamento estratégico. Revista de Administração de Empresas, Rio de Janeiro.

Gualberto, C. L., Cario, S. A. F., & Dias, T. (2012). Estado e planejamento: o plano de metas do governo de Santa Catarina (1961 – 1970) – PLAMEG I e II – enquanto instrumento de política desenvolvimentista. Revista Eletrônica de Estratégia & Negócios, 5(3), 199-232.

Coltro, A., & Pazzini, ?. D. S. (2016). O Papel do Planejamento Estratégico em uma Organização. Caderno Profissional de Administração da UNIMEP, 6(2), 136-156.

Jardim, WC e Marconatto, DAB (2020). Orientação Estratégica em PME's: A relação entre Estrutura Organizacional e Geração de Conhecimento. BASE-Revista de Administração e Contabilidade da Unisinos , 17 (3), 392-428.

Conceito Específico:

Kich, J. I. F., & Pereira, M. F. (2011). A influência da liderança, cultura, estrutura e comunicação organizacional no processo de implantação do planejamento estratégico. Cadernos EBAPE.BR, 9(4), 1045-1065.

Silva, O. T., Fasoli, C., Patias, T. Z., & Camargo, M. E. (2010). Varejo estratégico: o papel da comunicação integrada. Revista Pretexto, 11(3), 102-127.

Correa, M. I. S., Souza, A. C. R., Moraes, I. C., Feitosa, C. S. P., & Melo, V. O. F. (2015). As Redes Sociais Digitais na Comunicação Organizacional: Um Estudo de Caso na Cidade do Recife. GESTÃO.Org - Revista Eletrônica de Gestão Organizacional, 13(Ed. Especial), 340-348.

Downloads

Publicado

2023-07-05

Como Citar

SILVA , Gessiane Fontes Carvalho; ALMEIDA, Layla Seabra de. Falha na comunicação com os atacados e a falta de vendas . REVISTA LAGOS, [S. l.], v. 14, n. 1, p. 12–15, 2023. DOI: 10.20401/lagos.14.1.393. Disponível em: https://www.lagos.vr.uff.br/index.php/lagos/article/view/393. Acesso em: 16 jun. 2024.

Edição

Seção

Relatos técnicos